Pilates Para Gestantes

O maior sonho de muitas mulheres é engravidar e quando as mesmas conseguem atingir este objetivo, a comemoração vem logo em seguida, porém durante todo o tempo em que a mãe carrega seu bebê, é necessário atentar-se para o corpo e conseguir reparar alguns incômodos que podem ocorrer durante toda a gravidez com atividades de Pilates para gestantes, especialmente para mulheres que darão luz à uma criança.

Benefícios do Pilates para gestantes

Além de cuidar do corpo, o Pilates para gestantes oferece muitos mais benefícios do que o esperado, sendo que a prática de atividades deste tipo para as grávidas pode contribuir para que as mesmas diminuam as dores que sentem durante o período de 9 meses, além de fazer com que a mulher possa manter o peso normal de uma gestação, possivelmente conseguindo atingir sua estrutura original após o parto.

O pilates também auxilia na postura ideal de uma grávida, para que a gestação não ocasione qualquer tipo de problema com as costas, principalmente, podendo afetar, também, os joelhos, calcanhar e outras partes de sustentação.
Além de todos os benefícios já citados, o pilates para grávidas também pode beneficiar na respiração da mesma, o que pode ser dificultado quando esta possui uma vida agitada e fica frequentemente estressada, fazendo com que sua respiração fique acelerada normalmente, podendo regular este tipo de processo e até mesmo auxiliar na hora do parto.

Exercícios de Pilates para grávidas

1. Bola entre o meio das pernas – Deite-se de barriga para cima e flexione as penas. No meio das mesmas, coloque uma bola e faça pressão com ambos os membros inferiores. Observação: esta prática poderá auxiliar na hora do parto devido ao trabalho que é realizado na região pélvica.

Bola entre o meio das pernas

2. Membro inferior elevado – Deite-se de barriga para cima e, com as pernas flexionadas, levante uma de cada vez, deixando-a um tempo no ar, retilínea. Observação: esta atividade auxilia no fortalecimento das pernas.

Membro inferior elevado

3. Elevação do tronco – Deitada de barriga para cima, você deverá deixar as pernas flexionadas, localizando uma bola no meio das mesmas, entre os joelhos. Eleve o tronco, retirando as costas e os glúteos do chão, somente deixando os ombros e as pernas, devendo realizar este exercício com uma estrutura própria para que os membros inferiores fiquem pouco mais elevados que a altura do corpo. Observação: este exercício auxilia a fortalecer às pernas e evita dores nas costas.

Elevação do tronco

4. Flexão lateral – Sente-se com as pernas cruzadas, apoiando um dos braços no solo e, com o movimento do lado oposto, erga-o e direcione-o para o lado do braço apoiado, devendo localizar-se em cima da cabeça e forçando-o, semelhante a uma flexão lateral, porém com alguns apoios. Observação: esta atividade auxilia na melhora de circulação de sangue.

Flexão lateral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *